terça-feira, 30 de julho de 2013

JM dixit 3

[Enquadramento: hora do banho; a falar do Porco Fino e a intercalar com o final da canção do Jake e os Piratas da Terra do Nunca]

#contafios: Aposto que não estavas à espera disto. Eu sou muito boa!
#piscopequeno: Não és nada!
#contafios: Olha que simpático...
#piscopequeno: Estava a brincar!
#contafios: Pois, pois...
#piscopequeno: Nãoooo... Tu és uma linda mãe, nada falhada...
#contafios: Olha que simpático, hã!
#piscopequeno: Aposto que não estavas à espera disto.

domingo, 14 de julho de 2013

Don't stop believing - Cory Monteith (1982-2013)


Eu, gleek, me confesso.

Sou uma fã de Glee desde que a série estreou, vai para três anos. Primeiro, porque os musicais são, do meu ponto de vista, o teatro completo: canto, dança, representação, tudo embalado no mesmo presente.
Depois, porque Glee acabou por alargar a minha parca cultura musical (sou mais uma rapariga de livros e filmes que de música).
Finalmente, porque admiro todo e qualquer pedaço da vida sobre a Terra que possua a extraordinária capacidade de se rir de si própria, sem que isso revele baixa auto-estima, mas antes uma forma libertadora e verdadeira de humildade.

O dia de hoje é excepcionalmente triste, porque morreu alguém da família Glee. Cory Monteith, que espelhou a humildade de que falo atrás no seu Finn Hudson e na sua vida pública, faleceu ontem num quarto de hotel em Vancouver. Ainda não se conhecem pormenores, mas a especulação cresce já muito. No meio de todos os rumores, a verdade: ninguém deve morrer tão novo, seja por que razão for, e tão só.

Por mim, esta é a forma como sempre vou recordar Cory:


So, to all of you out there, all the outcasts, those in pain and suffering:


quinta-feira, 11 de julho de 2013

Momento Frase do Dia @ World of Programming

«Lili Caneças podia ser programadora»

(aparentemente porque «estar vivo é o contrário de estar morto» é uma frase de grande sabedoria binária)

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Momento Frase do Dia @ World of Excel

«Daqui a 3, 4 anos, o Facebook vai estar morto»

(E depois como é que nós trabalhamos nos intervalos do entretenimento?)

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Ironia suprema

Dei-me agora conta de que não escrevo no blog há quase dois meses (mais ou menos o tempo em que ando a lavar louça à mão... GRRRR!)
É a suprema ironia: que alguém que se mudou das letras para o computador não tenha tempo para vir... à web... escrever.